“Maliciosos e covardes”; Felipe Melo dispara após polêmica com troféu de vice-campeão do Paulista

0
78811
Felipe Melo se explicou
Foto: Cesar Greco/Palmeiras

Chegando em 2017, Felipe Melo é colocado como um dos principais nomes do Palmeiras. Ele, ao lado de Gustavo Gómez, são os capitães e bem vistos pelo técnico alviverde, Abel Ferreira.

Na final do Campeonato Paulista diante do São Paulo, no Morumbi, chamou a atenção da torcida quando Gómez foi receber o troféu de segundo colocado e muitos cobraram a participação de Melo. Nas redes sociais, os palmeirenses alegam que o camisa 30 aparece somente nos momentos bons.

O episódio viralizou e, na última segunda-feira (24), os torcedores criaram uma campanha pedindo a saída de Felipe Melo. A repercussão colocou a hashtag #ForaFelipeMelo entre os assuntos mais comentados do Twitter.

+ Receba as últimas do Palmeiras em seu E-mail
+ Siga o Palmeiras Web no Facebook
+ Siga o Palmeiras Web no Google Notícias
+ Participe do nosso grupo no Telegram

Na tarde desta terça-feira (25), o medalhão resolveu se manifestar e deu a sua versão sobre a não presença: “Um jogador do São Paulo aproximou-se para receber um prêmio individual e posterior a este fato, alguns jogadores do Palmeiras receberam a medalha de campeão de maneira errônea pela própria organização do evento, no qual, eu fui um deles. Imediatamente, após estarmos com as medalhas no peito, recebemos o pedido para devolve-las”, iniciou.

“Considerando o transtorno e constrangimento que estávamos passando com o pedido de devolução das medalhas, nosso diretor de Futebol Anderson Barros, pediu para que eu fosse para o vestiário e lá receberia a medalha correta”, completou. Veja abaixo a nota completa:

Algumas pessoas da mídia querem me difamar sobre o fato de eu não ter recebido o troféu de segundo colocado.

Com isso, vou esclarecer o que aconteceu para desfazer as falas covardes e maliciosas usadas para me atacar de forma totalmente injusta.

Em toda minha carreira eu enfrentei situações bem piores dentro e fora de campo. Receber um troféu com a camisa do Palmeiras é sempre motivo de muito orgulho, independentemente da posição do clube na competição. Considerando que, receber o troféu de campeão o sabor é totalmente diferente.

Diante de toda falácia, venho esclarecer que, um jogador do São Paulo aproximou-se para receber um prêmio individual e posterior a este fato, alguns jogadores do Palmeiras receberam a medalha de campeão de maneira errônea pela própria organização do evento, no qual, eu fui um deles. Imediatamente, após estarmos com as medalhas no peito, recebemos o pedido para devolve-las.

Considerando o transtorno e constrangimento que estávamos passando com o pedido de devolução das medalhas, nosso diretor de Futebol Anderson Barros, pediu para que eu fosse para o vestiário e lá receberia a medalha correta.

Diante de toda confusão instaurada, o presidente do Palmeiras encaminhou-se até o presidente da federação, o qual pegou o troféu e deu nas mãos do Gustavo Goméz, que terminou a partida como capitão da equipe.

Importante ressaltar que, quando eu recebo medalhas de segundo colocado, que foram bem poucas durante a minha carreira, faço questão de sair com ela no peito em respeito, principalmente, à instituição que defendo, vide minha atitude no Mundial de Clubes, Recopa e Supercopa.

Cheguei ao Palmeiras dizendo que faria história no clube que aprendi amar e certamente, entrei para as gloriosas páginas da Sociedade Esportiva Palmeiras e não me tornei um dos capitães da equipe apenas por aquilo que faço dentro de campo, mas também por tudo aquilo que brigo fora das quatro linhas pela Sociedade Esportiva Palmeiras.

Não será por falas maliciosas e covardes que vocês irão me jogar contra a verdadeira torcida do Palmeiras e principalmente contra o clube que eu amo. Espero ter sido claro. Avante Palestra. #AvantePalestra #NãoImportaOQueDigam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui