Nobre não ‘arrega’ e se pronuncia sobre retorno à presidência do Palmeiras: “É uma coisa da esmagador maioria”

0
14947
Nobre falou sobre a presidência
Foto: Cesar Greco/Palmeiras

Alavancando o patamar do Palmeiras no cenário nacional, Paulo Nobre é bastante querido pela torcida. Mesmo distante da presidência do clube, ele segue opinando e viraliza nas redes sociais.

Em entrevista ao canal ‘Os Bocca Palmeiras’, Nobre foi questionado sobre um possível retorno e salientou que a possibilidade não está nos planos:  “O futuro a Deus pertence. O que vai acontecer daqui a 10, 20 ou 30 anos, eu não tenho domínio sobre isso agora, e não adianta eu falar agora sobre uma coisa que pode acontecer no futuro. O que eu falo é o seguinte: não faz parte dos meus planos de vida voltar a militar na política do Palmeiras. Obviamente, se conclui que eu não voltaria a ser conselheiro. E não sendo conselheiro, não seria presidente. Mas é uma coisa que trata de um futuro. Eu tenho 53 anos e ainda tenho muita coisa pela frente”, iniciou.

“Não gostaria que o palmeirense criasse essa expectativa. O palmeirense, do mesmo jeito que foi muito cruel comigo ao final de 2014 – eu apanhei muito mais do que eu merecia apanhar frente a tudo o que eu estava tentando ralar e fazer pelo clube – a mesma coisa aconteceu inversamente proporcional ao final de 2016. Eu fui tão endeusado que eu acho que o palmeirense até exagerou. O tamanho do sucesso que o palmeiras teve, eu fui uma engrenagem relevante e importante, mas só eu não faria nada. Eu fiz parte dessa reconstrução recente do clube. O palmeirense as vezes esquece que existe um todo e acaba enxergando quase em mim essa reconstrução toda, o que não é justo com muita gente que participou desse processo”, completou.

Em outro ponto, Nobre agradeceu o carinho da torcida: “Quando eu faço uma postagem no Instagram, o ‘volta, Paulo Nobre’ é uma coisa da esmagador maioria. Eu não queria criar uma expectativa para o torcedor que me trata com tanto carinho. Não é honesto isso. Não faz parte dos meus planos voltar a militar na política do clube, mas o futuro a Deus pertence. Pra mim, ser palmeirense já é uma satisfação. Eu agradeceu a Deus por ter me feito palmeirense”, finalizou.

+ Receba as últimas do Palmeiras em seu E-mail
+ Siga o Palmeiras Web no Facebook
+ Siga o Palmeiras Web no Google Notícias
+ Participe do nosso grupo no Telegram

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui