Com Milan no páreo, Palmeiras age na surdina e deve modificar direitos de Viña junto ao Nacional; vínculo do lateral vai até 2024

0
483

Nas últimas semanas, um dos principais assuntos que rondam o Palmeiras é envolvendo uma possível saída de Matías Viña, um dos principais atletas do elenco. Diante do bom futebol, o lateral-esquerdo abre os olhos do Milan, da Itália.

Segundo a imprensa uruguaia, o Verdão deve adquirir mais 30% dos direitos econômicos do defensor, que é visto como um dos principais atletas do elenco. O jornalista Valentin Fletcher informa que o Palestra tem até o fim de fevereiro para adquirir a compra de 10% do atleta por 1 milhão de euros, cerca de 6,4 milhões de reais.

Em dezembro, o clube desembolsaria mais 1,25 milhão de euros, atualmente 8,1 milhões de reais. Por fim, ao final da temporada, o Alviverde bateria o martelo por mais 20% do atleta, totalizando 30% de seus direitos.

Viña chegou ao Palmeiras no ano passado, vindo do Nacional, do Uruguai. Naquela ocasião, o clube paulista desembolsou 3,5 milhões de euros, cerca 16,5 milhões de reais. A assinatura do contrato aconteceu até 2024. Na oportunidade, ele teve 50% dos direitos comprados, enquanto que a outra porcentagem ficou com o time uruguaio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui