Abel bate de frente com diretoria do Palmeiras e detona: “Há muito tempo fiquei sem esperança”

0
2743
Abel
Foto: Cesar Greco/Palmeiras

Fora de casa, o Palmeiras não foi assertivo nas finalizações e acabou sendo derrotado pelo Red Bull Bragantino por 3 a 1. O gol do Verdão foi marcado por Breno Lopes, na segunda etapa do embate.

Em entrevista coletiva após a partida, o técnico Abel Ferreira se mostrou irritado ao ser questionado sobre reforços. Segundo ele, foi entregue uma lista em março e afirmou estar desiludido.

“Em março, para que fique claro para todos, entreguei um relatório para direção com tudo que era preciso. Eu precisava dos jogadores, o Palmeiras precisava de jogadores para disputar Recopa, para Supercopa, a final do Paulista. Eu, neste momento, não conto reforços. Há muito fiquei sem esperança de reforços. Os reforços que vamos ter vão chegar quando? Em agosto? Em agosto já passou e vai ser difícil. Esta é nossa equipe, este é nosso elenco, estes são nossos jogadores”, disse.

“Fico desiludido porque o Guardiola, na final da Liga dos Campeões, fizeram-lhe uma pergunta sobre o Foden, que é o único jogador que esta equipe tem da formação no time titular. Ele disse “não sei como vai ser no próximo ano, se vai estar disposto a ouvir da mesma maneira, se vai dar tudo pela equipe e ficar no banco quando tiver de ficar”. É esse recado que queria deixar a toda gente. Depois de ganhar é cobrança, exigência muito maior para todos. Basta ler ou ouvir o que eu falei no final da Copa e o que eu falei no jogo contra o Corinthians no primeiro jogo do Paulista. O dia de hoje é exatamente o que eu penso quando ganhamos a Libertadores e a Copa. Nem quando cheguei a equipe era tão fraca como diziam e nem agora somos os melhores do mundo como alguns querem dizer”, finalizou.

+ Receba as últimas do Palmeiras em seu E-mail
+ Siga o Palmeiras Web no Google Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui