Após jogo ruim contra a Inter, Luxemburgo “quebra a cabeça” para resolver problema em setor questionado do Palmeiras

0
144
Getty Images

A escalação do Palmeiras para enfrentar a Inter de Limeira mostrou um padrão do time de Vanderlei Luxemburgo em 2020. Sem meia de origem e quatro atacantes (Dudu, Willian, Rony e Luiz Adriano), o treinador colocou em campo os volantes mais utilizados até agora: Ramires e Bruno Henrique. O padrão de time, porém, não significa necessariamente que o time do Verdão não precise de ajustes. Ou até mudanças na equipe, talvez, após o empate por 0 a 0 neste sábado, no interior paulista.

Ramires e Bruno Henrique, de fato, têm se aproximado mais da área adversária na opção por uma linha com quatro atacantes. Foi assim em Limeira, quando Bruno Henrique finalizou para a defesa do goleiro da Inter na jogada que Rony não conseguiu aproveitar o rebote. Sem um camisa 10, os volantes palmeirenses participam – e precisam participar – mais do jogo. Mas a falta de equilíbrio entre defesa e ataque muitas vezes tem desorganizado um pouco a equipe.

LEIA MAIS:
Noticias do Palmeiras Atualizadas
Acompanhar O Palmeiras Ao Vivo

Patrick de Paula e Zé Rafael, mais uma vez, foram as trocas de Vanderlei Luxemburgo para a segunda etapa palmeirense. Enquanto o primeiro deu mais dinâmica, além de mais segurança defensiva, o segundo prendeu o jogo de maneira excessiva e quebrou a velocidade do ataque do Verdão. Restou claro também que quando Lucas Lima está em campo, o time também não rende o que é esperado por todos.

Se a defesa vive ótima fase o ataque está definido após a chegada de Rony, falta ainda ao Palmeiras definir como e com quem jogar no meio de campo. Sem rodada na Libertadores, a semana será livre para Luxemburgo treinar a equipe e testar variações até o clássico do próximo domingo contra o Corinthians, na casa do rival.

O próximo compromisso da equipe alviverde exige mais atenção. O Dérbi pode valer a classificação do Palmeiras para o mata-mata do Paulistão e também complicar a vida do rival na competição estadual. Isso tudo, claro, se o campeonato não parar por causa do surto do novo coronavírus.

Fonte: Antenados do Futebol 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui